Gruta

 

Pe. Aleixo Chauvin chegou ao Rio em setembro de 1937 e trazia consigo uma pedra da Gruta de N. Sra. de Lourdes em Massabielle (França), local da aparição de Nossa Senhora a Bernadette. Sua missão era fundar a Igreja da Santíssima Trindade. Ele adquiriu uma antiga casa onde funcionava um colégio particular e transformou o porão numa capela provisória até o término da construção da igreja.

Pe. Aleixo acalentava um sonho: construir uma réplica da gruta de Lourdes. Sua devoção a Nossa Senhora e sua capacidade para amar o distinguiam como ser humano. Era muito apreciado por todos aqueles que tiveram o privilégio de com ele conviver.

Seu desejo era que esta gruta ficasse localizada numa área ao lado da igreja e possuísse o mesmo significado da gruta onde a Virgem apareceu 18 vezes a Bernadette: fosse um local de devoção, onde as pessoas pudessem encontrar conforto para seus tormentos, preocupações e, principalmente, que pudessem louvar. M. Montenegro foi o engenheiro responsável pela construção que, sob a orientação de Pe. Aleixo, seguiu o modelo da gruta original. A obra foi financiada por uma senhora católica da sociedade carioca.

A inauguração se deu no dia 28 de maio de 1939. Às seis e meia, foi celebrada uma missa solene presidida pelo Cardeal Dom Sebastião Leme. Na época, os meios de comunicação – revista O CRUZEIRO, JORNAL DO BRASIL, JORNAL DO COMMERCIO – noticiaram o fato, realçando a fé, a intelectualidade e a simplicidade de Pe. Aleixo; as notícias destacavam que ele havia feito transportar em navios grandes barris com água da gruta francesa. Todos os sábados, Pe. Aleixo realizava missas e bênçãos conforme acontecia em Lourdes.

Esse padre assuncionista, fundador de nossa Paróquia, teve a alegria de ver no dia 1º de agosto de 1940 o cardeal do Rio de Janeiro benzer a primeira pedra da futura Igreja da Santíssima Trindade.

A aspiração de Pe. Aleixo tornou-se realidade e a gruta logo ficou conhecida por seus milagres. É comum ver todos que ali chegam colocarem uma das mãos na pedra e em seguida erguerem os olhos para Nossa Senhora e Santa Bernadette. As pessoas expõem suas dores e clamam por misericórdia. Encontram-se expostas placas de agradecimentos pelos milagres alcançados. O movimento nas segundas-feiras é intenso: um grande número de paroquianos ali vai acender velas para pedir alguma graça ou para lhe agradecer. A gruta é considerada um recanto de paz.

Nossa Senhora de Lourdes e Santa Bernadette estão representadas na gruta.

(Celeste Monteiro)

 

Saiba mais sobre o Santuário e a gruta de Massabielle clicando aqui

 

Imagem da Gruta de Massabielle (França)

 
 
 
 
Oração
Nossa Senhora de Lourdes, rogai por nós junto a Deus.
Interceda para que tenhamos saúde, amparo e força na nossa caminhada.
Ajudai a todos os enfermos no corpo e na alma.
Amém!

 

 

Na Gruta de nossa Paróquia há um pedaço da rocha de Massabielle conservado como relíquia numa caixa de vidro

 

 

(Fotos: Celia Tachau)

Contato

Santíssima Trindade Rua Senador Vergueiro, 141 (21) 2553-3114 sstrindade.rj@gmail.com